APARECIMENTO DE ESCORPIÕES DEIXA POPULAÇÃO DE LARANJEIRAS DO SUL EM ALERTA

A Secretaria de Saúde de Laranjeiras do Sul orienta a população sobre medidas para prevenir acidentes com escorpiões. Estes animais gostam de viver em lugares escuros e úmidos, como lixo, frestas de muros, entulho, madeiras, restos de material de construção e terrenos baldios. De acordo com a bióloga e fiscal da Vigilância Sanitária, Camila Bortoluzi, o escorpião preto e o amarelo são os mais comuns encontrados em Laranjeiras do Sul, sendo que ambos são venenosos.
“A gravidade da picada do escorpião depende da espécie e tamanho do animal peçonhento, bem como a quantidade de veneno que é dispensada no ataque. A idade e o tamanho do paciente também influenciam na gravidade do caso, com as crianças menores de sete anos sendo mais vulneráveis. Em caso de acidente com escorpião, o paciente deve procurar imediatamente o atendimento médico”, destacou a bióloga.
CUIDADOS
Os escorpiões são da classe dos aracnídeos. Animais peçonhentos que inoculam seu veneno na presa, através do último segmento da cauda, denominado “télson”. O escorpião se alimenta principalmente de insetos como baratas. Camila Bortoluzi, explicou que é preciso manter as residências limpas, para evitar o surgimento de baratas e consequentemente do escorpião. Frestas nas paredes, muros, pisos, tetos, janelas e portas devem ser evitados, pois podem esconder o animal peçonhento.
“O controle do escorpião é feito através do manejo ambiental. As pessoas precisam ter consciência da importância da limpeza e organização nos quintais e residências. Os moradores não deveriam acumular entulhos nos imóveis, que servem como locais de abrigo para os escorpiões, além de se desfazer de móveis e objetos sem uso em suas residências”, disse Camila.
DICAS
– Manter limpos quintais e jardins e não acumular folhas secas e lixo domiciliar
– Acondicionar o lixo domiciliar em local apropriado e entregá-los para o serviço de coleta
– Manter terrenos baldios limpos
– Evitar formação de ambientes favoráveis ao abrigo de escorpiões, como obras de construção civil e terraplanagens que possam deixar entulho, superfícies sem revestimento, umidade etc.
– Remover periodicamente materiais de construção e lenha armazenados, evitando acúmulo exagerado
– Evitar queimadas em terrenos baldios, pois desalojam os escorpiões
– Remover folhagens, arbustos e trepadeiras junto ás paredes externas e muros
– Manter fossas sépticas bem vedadas, para evitar a passagem de baratas e escorpiões
– Rebocar paredes externas e muros para que não apresentem vãos ou frestas
– Ações de jardinagem e manutenções devem ser realizadas com uso de luvas adequadas e botas
– Vedar soleiras de portas com rolos de areia ou rodos de borracha
– Reparar rodapés soltos e colocar telas nas janelas
– Telar as aberturas dos ralos, pias ou tanques
– Telar aberturas de ventilação de porões e manter assoalhos calafetados
Créditos: Assessoria Comunicação PMLS